A VENDA DE ATIVOS JUDICIAIS COMO ALTERNATIVA EM TEMPOS DE CRISE

A crise econômica causada pelo novo coronavírus já pode ser considerada sem precedentes. A pandemia trouxe desdobramentos na saúde, política, economia e sociedade. Isso é fácil de se ver em jornais, mensagens de WhatsApp, redes sociais… O que conhecíamos há seis meses atrás, deixou de existir. Mas o que dói no bolso sempre preocupa mais.

Os números não mentem e ao analisar a projeção do PIB, o número de desempregados e a taxa de endividamento da população, percebemos que nada vai muito bem.

A boa notícia, é que se você vem tendo problemas financeiros e espera receber um valor de uma ação judicial, pode ter dinheiro na mão de forma rápida e segura. Isso é possível a partir da cessão de créditos judiciais

Atualmente, ter dinheiro em mãos é ainda mais prioritário. Vamos analisar a seguir o porquê disso.

 

O cenário da crise

Veja bem, a projeção do PIB brasileiro para 2020 é de queda de quase 6%, ou seja, produzimos, gastamos e ganhamos menos neste ano. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de desempregados cresceu fortemente nos últimos meses, em agosto por exemplo, atingiu o maior nível desde maio, com 13,7 milhões de pessoas sem emprego no país.

Isso sem falar nos impactos que o isolamento social e o congelamento da economia proporcionam. Com o passar do tempo, vai diminuindo o dinheiro que entra no bolso a cada mês. Menos renda significa atraso no pagamento de contas, o que reflete nos números de endividamento e inadimplência durante a pandemia. 

Dados de julho, divulgados na Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, indicam que 67,4% das famílias brasileiras estão endividadas. Este é o maior número já registrado pela pesquisa.  

Por que optar pela venda de ativos judiciais

Com uma perspectiva um tanto quanto assustadora, o ideal é buscar maneiras de lidar com o escasso. A venda de ativos judiciais é uma solução para quem está vendo o pouco que tem escorrendo das mãos.

Diante das medidas para conter o coronavírus, você que sonha em receber o pagamento do seu crédito trabalhista ou de precatório, pode esperar ainda mais tempo por isso. 

São 77 milhões de processos aguardando julgamento no Brasil, de acordo com o relatório Justiça em Números, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Ainda há a suspensão das atividades presenciais do Poder Judiciário e outras instabilidades que não param de surgir como a proposta do Governo Federal de financiar o Renda Cidadã com o dinheiro de precatórios… tudo isso pode atrasar seu pagamento ainda mais.

Se você não quer ou não pode esperar anos pelo desenrolar do seu processo judicial. A cessão de crédito é uma alternativa viável para levantar recursos de maneira rápida e segura. De quebra, você se livra da burocracia da justiça.

Esperamos que a vacina chegue logo e que a economia volte a prosperar. Mas as consequências para o seu bolso podem ser a longo prazo. Por isso, você deve pensar em uma alternativa para passar por esse período e se planejar financeiramente.

Então, se você tem uma ação judicial em andamento, como por exemplo, um processo trabalhista ou de precatório, considere a venda desses ativos judiciais. É um procedimento legal, seguro, simples e rápido.

Converse conosco e saiba como funciona. Preencha o formulário e receba uma proposta de nossa equipe para a compra do seu crédito trabalhista ou de precatório.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *