QUANTO TEMPO DEMORA UM PROCESSO TRABALHISTA?

quanto tempo demora um processo trabalhista

É comum o surgimento desse tipo de dúvida quando se cogita mover uma ação trabalhista, o tempo que tudo isso envolve pode ser algo que afasta a busca pelos direitos do trabalhador ou que o coloque em um estado de alta expectativa e frustração com os prazos.

Um processo pode girar em torno de 2 e 4 anos para ser julgado nas varas estatuais, segundo a análise Justiça em Números (2019) do CNJ – Conselho Nacional de Justiça, podendo levar ainda mais alguns anos na fase de execução.

Não há um prazo exato de duração que consiga se enquadrar na grande maioria dos casos, pois cada ação trabalhista é composta por diversos fatores que podem prolongar ainda mais o tempo do processo.

Fatores que podem aumentar o tempo em um processo trabalhista

A complexidade da causa é algo que pode fazer com que os prazos se estendam, além do local e agenda da Vara Trabalhista para a tramitação do processo, a realização ou não de perícias, recursos que podem ser levantados ou remarcações que podem acontecer com o passar do tempo.

Por isso, a incerteza ganha força ao lidar esse tipo de situação e entender as etapas do desenrolar do processo pode te ajudar a lidar melhor com tudo isso:

As etapas de um processo trabalhista são:

  • Fase de conhecimento;
  • Sentença;
  • Possibilidade de recursos;
  • Fase de execução;
  • As demandas gerais da Justiça do Trabalho.

Se aprofunde em cada uma delas com nosso artigo detalhados sobre como funciona um processo trabalhista.

Como consultar um processo trabalhista

Para conseguir lidar melhor com os prazos, é interessante que acompanhe o desenrolar do processo.

Primeiro é importante saber se o seu processo está em andamento pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) ou pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

Em processos de 1ª ou 2ª instância, deve saber se é uma ação física ou digital (conte com a ajuda do seu advogado para isso);

Caso seja uma ação física, acesse o site do TRT de sua região e clique em Serviços > Consulta Processual. Dentro da página, será possível encontrar o caso (seja em 1ª ou 2ª instância), com o uso do número do processo, CPF/CNPJ ou, até mesmo, o número da OAB do seu advogado.

Para uma ação digital, o processo é semelhante no TRT, porém deve seguir para: Serviços > Consulta Processual > 1ª ou 2ª Instância > Processos Eletrônicos (PJe) > número do processo.

Dentro do TST: busque por: Consulta Processual na página principal do site.

Continue em nosso blog para mais materiais que possam te auxiliar e entender melhor sobre tudo que envolve um processo trabalhista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *